Brahma é cogitado para o Ministério da Fazenda, mas já avisa: “a fazenda é de um amigo meu!”

LULAMINISTRO

BRASÍLIA – O ex-presidente e consultor milionário de empreiteiras amigas Brahma da Silva anda preocupado com a sua vez de ser capturado pelas investigações da Lava-Jato e corre para impedir isso.

Brahma desembarcou ontem em Brasília para articular apoio com os companheiros José Sarney e Renan, e deve procurar também Fernando Collor – aquele que foi deposto por impeachment, quando o PT gritava “Fora-Collor”. Os petistas também já gritaram no passado “Fora Sarney!” e “Fora Renan!”, mas agora são todos amigos, honestos, incorruptíveis, praticamente ilibados.

E não se descarta a hipótese de Brahma ganhar um cargo em ministério, a fim de se blindar com o artifício da “im(p)unidade parlamentar”. Dillma pensa em colocar o líder milionário e socialista da classe trabalhadora no Ministério da Fazenda.

Diante de tal possibilidade e preocupado com o rumo das investigações sobre o sítio em Atibaia (SP) – que não é seu, mas é – Brahma já enviou recado à imprensa:

– Posso assumir a pasta da Fazenda. Mas, vou logo avisando que a fazenda não é minha, é de um amigo meu…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s