Brahma da Silva: “se eu for preso, viro Luluzinha”

LULUZINHA2

SÃO PAULO – O Estradão publicou matéria no fim de semana afirmando que o ex-presidente Brahma da Silva tem dito a amigos que está tranquilo: “se me prenderem, viro Luluzinha e assumo de uma vez”. O consultor milionário de empreiteiras amigas foi visto em comemoração antecipada do Dia da Mulher, neste domingo, em SP, e vestia uma transparente camisa rosa choque de seda francesa com pompom amarelo.

Brahma quer passar a ideia de que sua onipresença é inevitável. Se for preso, vira Luluzinha entre os demais residentes do xilindró; se for morto, vira mártir; e se ficar solto, vira presidente.

Analistas políticos, entretanto, dizem que o leite está derramado e não tem mais jeito: “ele vai virar Luluzinha mesmo” – disse F.G.V.B.N.C, sociólogo do Instituto Brahma, que preferiu não se identificar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s