Delegado Fonseca vaza informação e Facção esvazia Instituto Lulla antes de a PF chegar

fonseca

MORRO DA MACACA – A Polícia Fenomenal (PF) descobriu que o Instituto Lulla deu cabo de documentos e provas que incriminariam o chefe da Facção, que ontem passeou no camburão da polícia achando inicialmente que fosse o serviço de táxi da Uber.

O consultor e palestrante para empreiteiras amigas Brahma da Silva não gostou da visita e ficou contrariado por ser tratado como um brasileiro comum. Brahma chegou ao Instituto Lulla furioso e parecia estar com a macaca.

A PF descobriu que o delegado Fonseca telefonou para Zé Abreu, que é petista e também defende a quadrilha que se apossou do governo, avisando que haveria a operação policial atrás de Brahma.

– Já sabemos que computadores e documentos foram retirados três dias antes de a polícia chegar. Essa novela não vai acabar bem. – disse um investigador.

 

2 Respostas para “Delegado Fonseca vaza informação e Facção esvazia Instituto Lulla antes de a PF chegar

  1. El gran comandante dos mortadelas João Pedro stédile colocará suas tropas de prontidão para fechar estradas,mas não está tendo verbas para comprar a mortadela, só queijo prato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s