Com o Ministério da Justiça vago, Fernandinho Beira-Mar deve assumir a pasta

FBM

BRASÍLIA – Como José Eduardo Cardozo não poderia continuar a defender o governo sendo ministro da justiça, Dillma o realocou na Advocacia Geral da União. Por ordem de Brahma, ela o retirou do ministério:

– O ex-presidente Brahma da Silva não gosta do Cardozo, acha que ele deveria falar grosso com a Polícia Federal e impedir as investigações da Lava-Jato. Por isso, eu o tirei de lá – disse a presidente.

No lugar de Cardozo entraria Wellington Silva, mas este foi barrado por ação popular proposta pelo DEM e decisão de uma juíza federal. A Constituição Federal não permite que o cargo seja ocupado por membros do Ministério Público.

O governo agora estuda chamar Fernandinho da Beira-Mar para assumir o cargo.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s