Para ser atendido em UPA aposentado dá tiro no próprio pé

tironope

RIO DE JANEIRO – As Unidades de Pronto Arrependimento (UPAs) estão funcionando normalmente, ou seja, sob estado precário. Médicos e enfermeiros com salários atrasados e sem material com que trabalhar estão em greve há uma semana.

Com o atendimento feito somente para casos graves de emergência, a população tem usado a criatividade para conseguir ser atendida. É o caso do aposentado Doentilson Terminale, 85, que tinha todos os sintomas da dengue, mas foi barrado na portaria de uma UPA:

– Disseram que só estavam atendendo gente baleada ou coisa pior. Então, fui até em casa e dei um tiro no pé.

Doentilson teve ainda que aguardar três horas na extensa fila dos baleados nos pés. O aposentado tentou ainda ser atendido no Museu do Amanhã, mas só encontrou lixeiro recolhendo lixo da festança de inauguração.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s