Olimpíadas 2016: jihadistas temem arrastão nas praias do Rio

jihadpraia

SÍRIA – Com a proximidade das olimpíadas 2016, no Brasil, jihadistas estão preocupados com a violência nas praias do Rio de Janeiro e tentam o diálogo com o governo Dillma.

– Estamos preocupados com os arrastões nas praias. Não temos expertise suficiente para entender e deter a ação desse grupo especializado em terrorismo de arrastão… – disse ontem Barrak Oba Mah, líder da facção Kaza Bran Kah, numa entrevista para a TV Al Ojeriza.

Oba Mah não descarta boicotar as olimpíadas, por causa da falta de segurança na cidade. Ele mesmo veio ao país para fazer uma inspeção no território, ano passado, e ficou acuado, junto com outros motoristas, num acesso da Linha Vermelha, onde gangues de traficantes disputavam o espaço.

– Foi terrível. Senti saudades da Síria. No Brasil já morrem 60 mil por ano, em homicídios. Não sei se os jihadistas têm condição de concorrer com isso…

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s