Delação premiada: o prêmio

metralha

O nome já diz tudo, há que se outorgar um prêmio ao delator, por ajudar a recuperar a grana que o mesmo desviou do Erário. A defesa do doleiro Yousssef conseguiu incluir no julgamento a chamada cláusula de performance, também conhecida como taxa de sucesso. Quer dizer, o petrolão foi um sucesso.

Se a justiça conseguir recuperar 1 bilhão, nos paraísos fiscais, o doleiro recebe o modesto prêmio de 20 milhões de reais. Dois por cento de 1 bilhão é uma miséria, humilhante. No meio financeiro, ele vai ter que ouvir piadinhas dos colegas de trabalho, sofrerá o bullying. Triste. Também voltarão para Youssef os seus 74 apartamentos de um hotel, em SP, os seis apartamentos num hotel de luxo, em Londrina, ações e um terreno valendo 5,3 milhões. Vai passar de vinte milhões, sim, mas continuará sendo uma miséria, não chegará aos 5% daquele montante.

Ainda pelo acordo, Youssef passará longuíssimos cinco anos na cadeia, terrível. Mas, a pena poderá ser relaxada, se o doleiro se comportar bem, como os mensaleiros, e ler livros, um castigo e tanto. Terá tempo suficiente para ver o que fará com o prêmio da delação, assim que estiver em liberdade.

Um caso exemplar. Quantas quadrilhas não estarão nesse exato momento em vias de montar esquemas semelhantes? Esta é uma terra promissora, o eldorado dos ladravazes. A delação premiada é um estímulo e tanto. Roubar carro, lojas e até agências bancárias não está com nada – rende muitos anos de cadeia, não dá direito à delação premiada. Não roube a galinha do vizinho esperando que, quando for preso, pela delação premiada, você vai ganhar uns ovinhos…!

Se você deseja seguir os bons exemplos da classe dirigente, simplesmente roube. Ou se candidate a algum cargo político. Mas, não roube pouco. Por menos de 1 bilhão de reais, não está valendo a pena.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s