Barriguda vai processar concurso Miss Universo por discriminação

mulhermaisgorda

A brasileira Olivya Gordonn se candidatou ao concurso Miss Universo 2015 e foi discriminada, segundo seu próprio relato. Olivya tem apoio do grupo LCBT (Linguarudos, Carecas, Barrigudos e Tapados), que prepara ação judicial a ser protocolada ainda este ano, antes do recesso do judiciário, que começa em janeiro e vai até dezembro.

– Isso é mais um absurdo da sociedade patriarcal opressora e mantenedora de padrões estéticos ocidentais burgueses – comentou Xhanna Shoes, representante da Secretaria da Banha Ornamental (SEBO), órgão vinculado à ONU.

O governo brasileiro criou recentemente órgão técnico para elaborar lei federal que proteja as minorias discriminadas, conferindo espaço em todos os ambientes sociais. O deputado João Aero Willis apresentará na câmara dos deputados projeto de cotas para barrigudos:

– Lutaremos pela inclusão social de linguarudos, carecas, barrigudos e tapados nas universidades e concursos públicos, por meio do sistema de cotas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s