Mesmo com os arrastões, turistas chegam à cidade maravilhosa

turistascont

A cena de bárbaros se digladiando nas areias das praias cariocas, domingo passado, não assustou os turistas. Muitos vieram no rastro do Pop in Rio e insistem em desfilar pela orla ostentando relógios, celulares e cordões de ouro.  Outros já chegam mais preparados, em carros blindados (foto) e kit israelense de sobrevivência no deserto.

O resultado é previsível: as vítimas do capitalismo neoliberal burguês patriarcal e opressor se sentem desafiadas, e não adianta o turista fazer a campanha “Não mereço ser estrupiado”, que dimenores de 1,80 m de altura aparecem para arrastar tudo o que encontram pela frente nas areias.

O prefeito Eldorado Paz disse que os arrastões já fazem parte do patrimônio imaterial do município, e  o Rio deve aproveitar esse momento promissor na economia:

– É a nossa cultura, é o que o turista quer ver. Ele se sente voltando no tempo, principalmente o europeu, à época em que os bárbaros se trucidavam numa Europa pré-civilizatória.

Prefeito Eldorado aproveitou para lembrar que a polícia não pode prender sem encontrar flagrante delito. Delitos discretos estão liberados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s