Dissidentes cubanos são presos por não irem à missa

papacuba1

Em sua peregrinação pelos países superdemocráticos da América Latrina, Papa Francisco agora desembarca em Cuba levando mensagem de amor ao próximo e a Deus sobre todas as coisas.

Assim que chegou em Havana, foi recebido pelo frei Beatle (da Ordem dos Franciscanos Leninistas) e levado por Raúl Castrador para conhecer a linda Plaza del Paredón, onde milhares de burgueses imperialistas reacionários neoliberais foram fuzilados, na época da gloriosa revolução.

– Pensei que fosse receber de presente um “Cristo pregado no paredón”, mas ganhei um DVD com algumas novelas da Rede Globo – comentou Sua Santidade, na coletiva de ontem.

Francisco perguntou a Raúl pelos dissidentes, pois em sua viagem até a ilha o papa chegou a cogitar que pudesse haver alguém pensando diferente. O presidente cubano sorriu e respondeu:

– Estão presos porque não foram à missa. Os pecadores sabotam a revolução…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s