CAIA NO SURREAL!

Feche o seu corpo e abra a sua mente

Não adianta fingir que não está vendo. Não adianta pintar de vermelho as unhas de um elefante e escondê-lo atrás de uma plantação de morangos: uma hora, as pessoas descobrem que há um paquiderme no seu jardim.

Caia na real, caro leitor! Melhor, caia no surreal! A realidade no Brasil caminha na direção da hiper-realidade. A cada dia, mais fatos corroboram a tese. Nada supera o Brasil nesse quesito, onde nada é o tudo e o tudo é o nada. Enquanto cientistas europeus tentam em vão reproduzir o big bang criando inocentes aceleradores de partículas, nós temos o PAC, o plano de aceleração do comunismo.

Com o PAC, caminhamos inexoravelmente na direção do paraíso terrestre e, em breve, cada brasileiro terá direito a 70 virgens vestais que passarão o dia cantando La Cucaracha aos pés de seus ouvidos. Vivemos já na quarta dimensão, e se você ainda não reparou, é porque ainda está preso a dimensões menores. Experimente desligar a TV aberta, pare de comprar jornais “chapa-branca” e leia o CHAPA BRANCA. Apure os sentidos e você perceberá que um outro mundo se descortina bem debaixo do seu nariz.

O CHAPA BRANCA está na área. Agora você tem um canal de relacionamento com esse outro mundo, onde a luz é partícula e onda ao mesmo tempo: o que pode ser comprovado com o aumento exorbitante da energia elétrica. Não insista com os modelos já batidos de mídia e comunicação, pois estão todos aparelhados pelo governo, vivem de concessão, da boa vontade política e, principalmente, das verbas de patrocínio.

Esqueça as notícias em tempo real. Agora, você terá conhecimento dos fatos em tempo surreal. He! He…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s